Novo Samsung Galaxy S10 pode abandonar entrada para fone de ouvido

Via IDGNOW

Segundo informações da Bloomberg, fabricante também estaria trabalhando com a Verizon para oferecer suporte ao 5G em seu novo topo de linha

Samsung está de olho em uma nova geração de aparelhos top de linha para o ano que vem, que não será apenas uma atualização do Galaxy S9, segundo informações da Bloomberg. Mas juntamente com projetos e recursos revolucionários, há uma coisa que poderá faltar nos novos telefones: um fone de ouvido.

Sam Kim, que assina a reportagem da Bloomberg, relata que o Galaxy S10 será carregado com recursos de última geração que ficaram, em grande parte, ausentes do Galaxy S9 este ano, incluindo um sensor de impressão digital na tela, câmeras triplas na traseira e uma câmera frontal “escondida embaixo da tela”. ”O telefone terá quase nenhum painel na parte superior e inferior”.

Mas isso pode não ser tudo. Kim relata que a Samsung está “brincando” com um protótipo que abandona o fone de ouvido, um dos principais diferenciais entre os carros-chefe do Galaxy e o iPhone da Apple. Vários fabricantes de celulares Android, incluindo GoogleHuawei HTC, descartaram o conector de fone de ouvido para áudio USB-C, mas até agora a Samsung resistiu à tendência, enquanto anunciava a presença do dispositivo em anúncios e comerciais.

A Samsung também está trabalhando com a Verizon para fornecer suporte 5G nos modelos dos novos telefones dos EUA, de acordo com a mesma reportagem.

Juntamente com os mesmos modelos de 5,8 e 6,2 polegadas do Galaxy S10, a Samsung também estariatrabalhando em uma “versão mais barata” de seu novo telefone, semelhante ao iPhone XR da Apple. Este terceiro modelo de telefone seria visualmente e funcionalmente diferente dos dois modelos de tela infinita curva, no entanto, com uma tela plana e provavelmente um sensor de impressão digital padrão.

Embora o relatório não especule sobre o preço dos novos telefones, o modelo acessível presumivelmente chegaria a menos de US$ 700. O Galaxy S9 atualmente é vendido por US$ 720, enquanto o Galaxy S9 + é vendido por US$ 840. O iPhone XR da Apple começa em US$ 749.

Saiba quando desistir deles

Haverá também um novo telefone no topo da linha Galaxy S10. Depois de anos de rumores, a empresa está preparada para revelar seu primeiro telefone com tela dobrável. A Samsung aparentemente não finalizou o projeto, mas reduziu-o a modelos: “um mais horizontalmente e outro verticalmente quando desdobrado, enquanto ambos abrem de lado e lado”. Os projetistas da empresa estão inclinados para o modelo de retrato mais alto, mais fácil de segurar em uma mão.

De acordo com Kim, o telefone vai abrir com um “estalo” como os telefones Motorola RAZR, mas tem uma “sensação mais suave”. O telefone também tem uma tela de quatro polegadas visível quando dobrado “permitindo que os usuários aproveitem os recursos básicos— como checar e-mails e mensagens – sem ter que abri-lo. ”Soa semelhante a um telefone exibido em um vídeo conceitual de 2014 sobre um mundo futurista com tablets deslizantes e fones de ouvido Bluetooth que fazem tudo”.

A Samsung está lidando com alguns problemas antes de liberar o telefone para o público, no entanto. A primeira é a dobradiça. Embora Kim diga que passou nos testes de limiar interno de dobrar mais de 200.000 vezes, a empresa está preocupada com a taxa de rendimento de produção da tela exclusiva. Ele também diz que a tela “quebra como papel seco” quando racha, devido a um revestimento especial que está sobre ele.

Além disso, o novo modelo provavelmente não terá um sensor de impressões digitais e poderá usar uma bateria menor do que outras flagships devido a preocupações com o peso.

A Samsung também estaria trabalhando de perto com o Google em uma versão especial do Android. Os executivos esperavam mostrar o novo aparelho na conferência de desenvolvedores da Samsung no mês que vem, mas sua introdução pode estar limitada a imagens conceituais devido aos problemas de produção mencionados anteriormente.